Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MARÉ ALTA

porque a liberdade está a passar por aqui

HTML tutorial

Oh Barreto, grande barrete!

 

 

António Barreto escreveu hoje no seu espaço opinativo do DN “As esquerdas e o dinheiro”.

Mais para a frente alonga o titulo para: as esquerdas e o dinheiro dos outros dizendo que a maioria das pessoas de esquerda não têm dinheiro. Efetivamente eu sou de esquerda e estou nos antípodas do Belmiro de Azevedo. Não creio, no entanto, que se viesse a ter a minha visão do mundo se alterasse.

O que ele quer dizer é que a malta “de bem” nasce habituada a explorar e tornam-se por norma conservadores, e passe a redundância, para conservarem o seu status.

O que ele diz é que as esquerdas são ligeiras com o dinheiro dos outros. O que ele não diz é que as direitas vão buscar o seu património às esquerdas.

Se víssemos a coisa como as marés que ora vai num sentido ora vai no outro, a coisa até seria equilibrada. O problema, e como diz Rui Tavares, é que o pneu esquerdo da politica tem andado sem ar e a viatura ora vai para a direita ora vai para o centro, mas nunca vai para a esquerda.

As direitas estão agora inquietas porque a “geringonça”, muito por força do BE, do PCP e do PEV (que é PCP mas está inscrito como unidade própria e vamos considera-lo como tal) têm dado ar ao pneu esquerdo do PS. Não é fácil convencer a UE que em Portugal existem pessoas de esquerda e não será fácil convencer o BE, PCP e PEV, até por serem partidos anti-UE que não se pode mudar tudo de uma vez e é preciso negociar, conquistar de um lado e ceder do outro.

O Barreto quer-nos enfiar o barrete, mas o que ele não diz é que os muito ricos pouco pagam de impostos e que quando começam a pagar mais do que desejam, exportam o dinheiro para outras paragens que lidam de modo brando com o dinheiro dos outros.

O Barreto, também ele nos quer enfiar o barrete que o imposto sobre património imobiliário acima de meio milhão de euros é um roubo. Eu percebo que ele tenha imobiliário acima desse valor e não se sinta rico. Olhando para o Bill Gates 99,9% não se achará rico, mas a verdade é que quem tem imoveis acima de 500 mil de euros vive acima da capacidade de 90% dos portugueses.

O Barreto quer-nos enfiar o barrete, mas governos de esquerda e de direita governam-se com as receitas da classe média. O que ele não quer, e por isso opina, é que este Governo queira fazer o que lhe é exigido pelo povo, redistribuição de riqueza.

O Barreto quer-nos enfiar o barrete, mas a malta está atenta!

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Pedro 18.09.2016 22:06

    concordo com a Andreia pois é preciso arranjar dinheiro para os que são realmente pobres. Mas ela explicou-se mal pois devem ser 5% agora e 10% depois sobre o excedente acima de 100.000 euros. Isto é quem tem uma casa de 100.000 paga zero mas quem tem uma de 150.000 paga imposto apenas sobre 50.000. Acho também que o imposto deve ser agravado sobre quem tem casas devolutas. Isto é quem tem casas devolutas deve pagar o dobro do imposto para as colocar no mercado ou as arrendar e assim contribuir para dinamizar o mercado de arrendamento. Porém discordo da proposta por só incidir em patrimonio imobiliario. Ou seja quem tenha um milhão  em quadros ou jóias paga zero. Acho que deve haver um imposto muito maior para esse patrimonio de luxo. E falta também o imposto sobre heranças que qualquer pais civilizado têm e até está no programa do Governo. 
  • Comentar:

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.